Minha Vida na Ponta dos Pés – Introdução

Atenção: Texto para maiores de 18 anos!

Meu nome é Sarah White. E essa é minha história. Gostem vocês ou não, essa sou eu!

Nasci em uma cidade no interior do estado de Montana, Great Falls, mas vocês nem devem conhecer. É frio a maior parte dos dias do ano e bom, não tem ninguém de interessante aqui. Mas eu tenho quase 18 anos, então eu vou pegar a minha sapatilha de ponta e fugir. Ah sim, esqueci de dizer, sou a melhor bailarina de Montana. Eu danço ballet desde os meus 6 anos. E um dia serei a melhor de todo o mundo.

Eu confesso que tenho uma vida de princesa aqui em Great Falls. Meus bisavós construíram essa cidade, e meus avós a Usina de Energia mais importante, que leva eletricidade para toda a localidade. Por isso eu amo a história do Rio Missouri, que atravessa quase todo meu país. Mas voltando, como sou filha de engenheiros, meus pais querem que eu vá para a Universidade. Eles não enxergam que eu faço arte. E por isso eu vou fugir daqui em 3 dias, sim, em 9 de Agosto, meu aniversário de 18 anos.

Eu tive uma educação exemplar. Filha única, muitos dias tenho a casa toda para mim. A não ser quando a Beth está em casa. Beth é nossa empregada, mas ela não mora mais conosco desde os meus 14 anos. Tá, ela foi minha babá também, mas era chata e velha. Ainda bem que só vem de vez em quando agora. Vocês devem estar me achando nojenta, bom, se isso é ser autêntica e dizer o que pensa, sim, eu sou nojenta então.

Já arrumei minha mochila e comprei minha passagem de avião para Nova York. Não disse a ninguém, e isso porque estão preparando uma festa surpresa para mim (lógico que eu sei) e a surpresa será para eles, eu não estarei mais nessa cidade sem graça.

#O dia da fuga…

É hoje! Vou pegar carona com um garoto da escola que tem uma queda por mim, disse a ele que faria um boquete nele se ele me levasse no aeroporto escondido. Coitado, vai ficar esperando… Eu sei manipular as pessoas muito bem, mas enfim, é só mais um coitado. Vou pegar minha mochila e cair fora daqui!

Estou dentro do avião já! Que liberdade… Imagino a cara da minha mãe indo me chamar no quarto para a festa e não me encontrando… Pena? Nenhuma! Queriam me forçar estudar o que não quero. Nova York é o meu lugar!!!

Quando saí do aeroporto, peguei um táxi e fui direto para a escola de Ballet. Tinha uma audição naquele dia. Não podia perder! E estava muito preparada, e com sorte por ser meu aniversário.

– Ufa, cheguei a tempo! – disse para a recepcionista que só disse “Identidade, por favor!”.

Mas eu estava nem aí para aquela gorda antipática, eu ia arrasar e entrar naquela escola hoje mesmo.

– Sarah White, favor se apresentar. – Me chamaram! Dancei lindamente Tchaikovsky!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s