Resenha #5 – Confesse

LIVRO: Confesse
AUTOR: Colleen Hoover
EDITORA: Galera Record
FORMATO: Físico
NOTA: ★★★

Confesse

Auburn Mason Reed… Eu esperava mais de você, menina!

Escolhi um livro aleatório da Colleen Hoover, fiquei interessada após ver tantas pessoas falando da autora. Se o hype prejudicou minha leitura? Não sei, talvez tenha criado expectativas demais e talvez os fãs de #CoHo me odiarão por avaliá-la com três estrelas mas sim, eu esperava mais!

Tudo começa no contexto da protagonista, ainda adolescente, se despedindo do seu namorado, Adam que estava à beira da morte. Bem drama adolescente de “meu primeiro e único amor”, but not… Passaram-se cinco anos e é aí que a história de Auburn é retratada. Ela se muda de Portland para o Texas e sem alguma razão aparente ela é submissa à ex-sogra, Lydia, mãe de Adam.

Um dia saindo de seu trabalho, Auburn passa por um ateliê de arte, o ateliê de Owen e aí eu gostei mais um pouquinho. Que ideia incrível de fazer arte através das confissões das pessoas, hein, CoHo? E sim, era exatamente assim que Owen Gentry se inspirava para seus quadros. Ele só abria sua galeria uma vez no mês e vendia praticamente todos os seus quadros. Inclusive, ao final do livro tem alguns exemplos de como seriam esses quadros se fossem reais e olha, belíssimos.

Mas voltando, a história retrata a intensa paixão de Auburn e Owen, que se conhecem quando ele a contrata para ajudá-lo na sua noite de vendas no ateliê. A atração foi instantânea e o romance, apesar de ser clichê, é bem representado pela ótima escrita de Colleen, sim fãs! A escrita dela é ótima!

Porém, percebo que as questões demoram um pouco para acontecerem, e o livro se estende mais do que o necessário. Talvez alguns segredos poderiam ter sido revelados antes. Sem muito spoiler, quando o primeiro segredo é revelado, eu não consegui parar de ler. Virei a noite para finalizar esse livro porquê eu queria saber qual era a conexão de Auburn e Owen, que também ligava Adam.

#Spoiler

E aí que veio a decepção… Eu esperava mais… Esperava um drama maior! haha Algo do tipo: “após Owen sofrer o acidente que levou sua mãe e irmão a falecerem, ele poderia ter sido hospitalizado e precisado de um transplante de coração e Adam ao falecer, ter doado o coração para ele.” Oh que legal? MAS NÃO! A conexão simplesmente era que através de Owen, Adam e Auburn puderam se despedir pela última (e milésima) vez, visto que o irmão de Adam, Trey, era um babaca e não queria deixá-los mais tempo juntos. E isso inspirou Owen a pintar o primeiro quadro, que ele deu para Adam e que optou por enviar para Auburn como se fosse dele. Bleh. Posso ter delirado nessa minha ideia dramática de transplante de órgão mas haha definitivamente eu esperava mais!

Sem mais delongas, calmem, calmem, calmem! Darei mais chances para Colleen Hoover! Algum livro da autora com mais emoção! haha Qual sugerem?

Comenta aí! 🙂

E até a próxima resenha!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s